top of page

Vereadores discutem fornecimento de água

Resposta a requerimento sobre poços profundos desencadeia debate na sessão





Na sessão de segunda-feira (15), os vereadores mostraram-se preocupados com a situação do abastecimento de água da cidade. Três vereadores levaram o tema ao debate. Luís Diniz (PSD) usou de seu tema livre para comentar sobre um requerimento respondido pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) sobre a perfuração dos poços artesianos.


O documento, de autoria do vereador Cássio Carlota (MDB), informa que existem 25 poços artesianos perfurados, sendo que 13 estão equipados e outros nove em funcionamento. Os demais estão em fase de instalação de bombas, aguardando a ligação de rede adutora e de energia elétrica.


Previsão

Da resposta do SAAE consta ainda que a produção mensal dos poços em funcionamento é de 71.115 metros cúbicos de água. Quando todos estiverem em funcionamento, a expectativa é de 182 mil metros cúbicos de água produzidos, por mês. A previsão, segundo SAAE, para o término das obras é para novembro deste ano, com investimento estimado em 10 milhões de reais.


Ribeirão

Esse requerimento gerou um questionamento por parte do vereador Diniz sobre o que, além dos poços artesianos, o município tem feito para preservar o ribeirão Avecuia, contando com o apoio da iniciativa privada.


Estudo

Paulo Benedetti (Republicanos) solicitou um aparte ao vereador para comentar sobre estudo para a construção de reservatórios para a água de chuva. Segundo ele, poderiam ser construídas barragens ao longo do ribeirão Avecuia para a reservação da água pluvial. Ainda de acordo com o vereador, o secretário Lucas Rodrigues (Serviços Públicos) estaria promovendo estudo de formas para a implantação das barragens.


Estiagem

Dr. João Fávero (PP) também pediu a palavra para dizer que não é contra a perfuração dos poços, mas, em sua opinião, deveriam ser utilizados apenas em casos de estiagem. Para o abastecimento nos períodos normais, o vereador entende que a Prefeitura deveria se utilizar de água de superfície, com a construção de barragens no próprio ribeirão.


Portela

Diniz comentou sobre matéria veiculada no SBT Sorocaba sobre a reclamação dos moradores do bairro Recanto Portela sobre as más condições da estrada que dá acesso ao bairro. A falta de manutenção teria provocado acidentes, entre os quais de um ônibus que transportava estudantes da rede municipal.


Ajuda

Ele destacou ainda a situação de um casal de deficientes visuais que moram na Vila Manduquinha e que enfrentam alagamento durante as chuvas fortes. Com a construção de novas moradias no entorno, a água pluvial desemboca na residência desse casal, que se vê em desespero por não ter alternativas. Em ambos os casos, Diniz pede uma atenção por parte da Prefeitura.


Elogio ao SAAE

Ciro Valdez (Republicanos) agradeceu ao superintendente do SAAE por ter se empenhado em resolver o problema de saneamento básico no Jardim Santa Elisa. Segundo Valdez, após a canalização do córrego, o esgoto fica parado no quintal dos moradores, causando mau cheiro. O problema, de acordo com ele, foi resolvido.


Secretários

Ciro continuou seus agradecimentos. Desta vez ao prefeito e secretários pela conclusão da passagem de pedestres do Jardim Vante ao bairro Altos do Jequitibá. Para ele, o asfaltamento da passagem trará mais segurança e conforto para os moradores.


Nova UBS

Valdez elogiou ainda a estrutura do novo posto de saúde do Jardim Vante. “Será o maior [posto de saúde] do nosso município e servirá, além do Jardim Vante, todos os bairros adjacentes, como o bairro da Ponte, Olívio Barbosa, Jardim Vista Alegre, Vila Madalena, Altos do Jequitibá.”


Bom Retiro

Teko Gutierre (MDB) informou que visitou a estrada do bairro rural Bom Retiro, de onde recebeu reclamações da falta de manutenção. Ele conferiu que a Prefeitura iniciou a roçagem do mato no acostamento da estrada. Teko aproveitou e conversou com o encarregado pela roçagem para dar uma atenção à estrada da Capoava.


Guri

Teko falou ainda sobre a transferência do projeto Guri que até então funcionava em prédio ao lado da Câmara Municipal e, em breve, estará na avenida Monsenhor Seckler.


Pronto-socorro

O vereador também trouxe ao conhecimento da população, as melhorias que têm sido feitas na avenida Mário Covas, para dar acesso ao novo Pronto-socorro. De acordo com Teko, será feita uma entrada bem em frente ao novo PS, não sendo necessário ao condutor seguir até o semáforo para tentar o retorno.


Dengue

Adilson Casagrande (União Brasil) voltou a falar sobre a Dengue, alertando que a população deve ter cuidado redobrado para acabar com os criadouros. Ele destacou que é preciso fazer o descarte correto de garrafas PET, pneus, vasilhas e tampinhas para impedir a proliferação do Aedes aegypti. “É um mosquito tão pequeno, mas que está fazendo um estrago muito grande”, disse.


Ponto de ônibus

Casagrande pede ainda que seja recolocado o ponto de ônibus que existia ao lado da Estação das Artes. De acordo com ele, após a retirada do banco e cobertura, os usuários do transporte público têm de ficar em pé, enquanto esperam os ônibus.


Bom Retiro II

Cássio Carlota (MDB) elogiou o trabalho da secretaria de Obras Públicas na manutenção da estrada do Bom Retiro. Ele citou ainda os trabalhos realizados na conservação das estradas e o asfaltamento em alguns bairros, na área rural.


Furtos

O vereador, no entanto, chamou a atenção para o número de furtos que têm ocorrido na área rural. Ele frisou que se os moradores notarem alguma coisa estranha na região é preciso acionar a GCM no telefone 3262-1118 ou a Polícia Militar no 190. Carlota destacou também o uso do Botão do Pânico e informou que os moradores que ainda não instalaram o aplicativo devem procurar pela GCM, na rua Santa Cruz, para receber as instruções do seu funcionamento.


Unimed

Entre os assuntos abordados pelo vereador Marcelo Pacheco (PSD) está o fato de que a Santa Casa de Porto Feliz está há três meses sem permitir que a Unimed faça cirurgias dentro do hospital. De acordo com ele, desde então a Unimed tem tentado renovar o contrato com a Santa Casa sem sucesso. Pacheco pretende convocar a responsável pelo hospital, Vanessa Moreau, para saber qual a situação com o convênio e também sobre outros contratos. Ainda segundo ele, a Unimed gerava receita para o hospital em torno de 250 mil reais.


A TRIBUNA, já na semana passada, pediu informações à Unimed e até o encerramento desta edição não obteve resposta.


Minuto de Silêncio

Saulo Henrique Cândido (PL) pediu que a Câmara inicie uma série de debates para modificar algumas regras contidas no Regimento Interno. O vereador pede, por exemplo, que seja revista a quantidade de minutos de silêncio apresentadas pelos edis. Em seu modo de ver, toma muito tempo do expediente, tornando a sessão “maçante”.


Dinamismo

Ele sugere que seja elaborado um documento em conjunto para todos os minutos de silêncio apresentados pelos vereadores, que nem necessitaria de aprovação. O vereador propôs ainda que a Câmara se reúna para debater outras questões para dinamizar as sessões e atrair as pessoas para que acompanhem o trabalho do legislativo.


Nogueira

Saulo agradeceu ainda ao deputado estadual Rogério Nogueira que comunicou que enviará a Porto Feliz 200 mil reais, além dos mais de um milhão de reais já enviados para recape.


Castramóvel

O vereador comentou ainda algumas conquistas para a causa animal. Ele citou a vinda, através de verbas de emendas parlamentares, do castramóvel e da construção do canil municipal. Ele destacou o trabalho e dedicação da vereadora Lu Caballero (União) e que seu trabalho é diferente do dela.


Portela II

João Fávero (PP) comentou de sua conversa com o secretário de Serviços Públicos, Lucas Rodrigues, sobre o Recanto Portela. O vereador adiantou que o secretário foi receptivo ao seu pedido e que informou que vai resolver o problema dos moradores desse bairro.


Educação

Marcelo Tuani (PP), falou sobre reunião entre Célio Peixoto e representantes da educação do município (diretores, professores, merendeiras, inspectores) para ouvir as demandas. “Acredito que em breve algumas demandas poderão ser atendidas”, observou.


Sem uso

Vereadora Lu Caballero (União) elogiou ao vereador Saulo pelo empenho em trazer o castramóvel e o canil municipal para Porto Feliz, mas criticou a falta de uso do equipamento de castração e, também, classificou o canil como um depósito de animais.


Zoonoses

Ela destacou o envio de sua emenda impositiva para equipar o centro cirúrgico do Centro de Controle de Zoonoses e castramóvel — após apontamentos do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV). Também comentou sobre a falta de mais ações da Prefeitura voltadas para a proteção animal e disse que ficará grata se o vereador conseguir benfeitorias para a causa animal.


Unir forças

Vereador Saulo pediu um aparte a Lu Caballero e comentou que se dispõe a unir forças com a vereadora para resolver os problemas apontados.


Expediente

A Sessão de Câmara contou ainda com sete minutos de silêncio e dois requerimentos de pedido de informações para a Prefeitura, sobre a qualidade da água fornecida pelo SAAE e sobre a praça Dr. José Sacramento e Silva (Praça da Matriz).


Bombeiros

Os vereadores aprovaram ainda a criação de seis cargos de Bombeiro Municipal na estrutura administrativa da Prefeitura junto à Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Segurança Pública.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page