top of page

Reajuste salarial dos servidores municipais é aprovado em primeira discussão




Os vereadores se reuniram em sessão extraordinária nesta quarta-feira (20) para aprovar o reajuste salarial dos servidores públicos municipais. De acordo com o projeto de lei complementar, o reajuste será de 4,62%.


Teko Gutierre (PSD) disse que votaria o projeto com muita tristeza, por entender que o prefeito poderia conceder um reajuste maior para o funcionalismo. “Fica meu pesar por não poder ajudar o funcionário público que tanto sofre”, declarou.


Adilson Casagrande (MDB) também disse não concordar com a porcentagem. “Prefeito, valorize os funcionários. Eles impulsionam a máquina”, comentou.


A legislação eleitoral proíbe aumento real de remuneração para o funcionalismo público no período de 180 dias antes das eleições até o dia da posse dos candidatos eleitos. Aumento real é o aumento acima do índice oficial de inflação.


O projeto foi aprovado em primeira discussão e ainda deve passar por mais uma votação em nova Sessão Extraordinária a ser convocada para a quarta ou quinta-feira da próxima semana.


Câmara

Na mesma Sessão Extraordinária, os vereadores aprovaram o reajuste para os servidores da Câmara Municipal. O projeto manteve a porcentagem em 4,62%.


Vale-Alimentação

Na segunda-feira (18), em Sessão Ordinária, os vereadores já haviam aprovado o reajuste do vale-alimentação em 35 reais, passando para 785 reais. Teko Gutierre comentou na ocasião que em um ano o poder de compra diminuiu muito para as famílias e que, no seu entender, o prefeito deveria ter concedido um valor maior para o vale-alimentação.


Segundo o vereador, alguns servidores que o conhecem até o questionaram para votar contra o projeto. Teko, no entanto, disse que se rejeitasse o projeto, os servidores ficariam por mais um ano com os mesmos 750 reais. Ainda assim ele se disse indignado em votar um projeto com apenas 35 reais de reajuste.


Qual índice

Adilson Casagrande questionou qual índice foi aplicado para que o Executivo chegasse nos 35 reais. “É terrível”, pontuou ele. Já o vereador Luís Diniz (União), comentou sobre ser servidor público e que a maioria dos colegas de trabalho que ele conhece vestem a camisa de Porto Feliz. “Se o Cassio [Prado] tem uma boa administração nesses 8 anos, ele deve aos servidores. Prefeito, valorize os servidores”, cobrou.


Orientado

De acordo com o vereador Cassio Carlota (MDB), em reunião com o prefeito dr. Cassio Prado, alguns vereadores cobraram do Chefe do Executivo um aumento salarial para os servidores. “O que ele nos informou é que está orientado a reajustar em 35 reais”, explicou.


O líder de Governo, Marcelo Tuani (PP), complementou a fala de Carlota, informando que se chegou a esse valor baseando-se na inflação do período, que foi de 4,62%. “Não estou falando se é justo ou não é justo. Todos gostariam de além do reajuste, fosse um aumento, mas o prefeito foi orientado pelo Tribunal de Contas de que em ano eleitoral o correto é conceder só reajuste, por causa de apontamentos futuramente do Ministério Público”, salientou.

2 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page