top of page

Na última sessão do mês, dois projetos e uso de tribuna livre

Cadeirante falou aos vereadores sobre acessibilidade: ‘Carro precisa de asfalto e nós precisamos de acesso’, disse Zelão


A Câmara aprovou na Sessão de segunda-feira (17), dois projetos. O PL 17/24, de autoria do vereador Adilson Casagrande (União Brasil), inclui no calendário oficial do município o “Maio Amarelo – Mês de Prevenção e Conscientização de Acidentes de Trânsito”.


Em sua justificativa, o vereador disse que é preciso chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito, através de ações e atividades durante o mês proposto no projeto.


O outro é o projeto de decreto legislativo 1/24 que outorga honraria Destaque da Melhor Idade a Fátima Regina Bertolucci Lemes.


A homenageada aprendeu aos sete anos de idade a função de pipoqueira. Com 10 anos conquistou o seu primeiro carrinho de pipoca e batata para vender em lugares públicos, ofício que exerce até os dias atuais, circulando pelos campos de futebol e festas infantis e outros eventos.


Fátima faz parte ainda do projeto “Praia Feliz” como cozinheira e aproveita para levar pipoca para as crianças.

 

Tribuna livre

José Carlos Vaz (Zelão) que é cadeirante fez um desabafo no uso da tribuna livre para os vereadores.


De acordo com ele, no dia 30 de maio quando ao velório no cemitério velho vivenciou a falta de acessibilidade do local. “Pessoas como eu sofrem problemas de acessibilidade todos os dias em nossa cidade. As calçadas em nosso centro são todas muito elevadas e praticamente todos os estabelecimentos têm degraus. Para entrar neles, um cadeirante não consegue andar pelo centro sozinho ou não consegue ter acesso às calçadas, eu preciso andar pelo meio da rua?”, questionou.

 

Dia normal

“A acessibilidade se trata disso, poder ter um dia a dia normal sem precisar de ajuda de outros. Eu falo aqui como um cadeirante, mas esse não é apenas um problema para mim, outras pessoas com deficiência de mobilidade reduzida, cegas, autistas e idosos”, seguiu.


Ele citou ainda como impedimento para os deficientes outros pontos, além de prédios públicos, como calçadas, faixas elevadas e lojas pouco acessíveis. “Os carros precisam de asfalto, mas nós, com problemas de mobilidade, precisamos de acesso”, concluiu.

 

10 dias

Após a realização da audiência pública para discussão do Projeto de Lei nº 13/2024, que trata da Lei Orçamentária de 2025, o presidente Paulo Benedetti (Republicanos) abriu prazo de 10 dias para que os vereadores apresentem emendas ao PL.

 

Superlotação

Vereador Adilson Casagrande quer saber da Prefeitura se existe planejamento para a superlotação dos cemitérios. De acordo com ele, o requerimento foi elaborado após o vereador receber informações que o cemitério novo não apresenta mais jazigos disponíveis.

 

Acúmulo de função

Casagrande quer saber também o motivo dos servidores municipais dos cemitérios estarem executando serviços que não foram designados. Segundo ele, há pedreiros com um acúmulo de função, trabalhando na função de coveiro.

 

Escuridão

Ainda com relação ao cemitério, ele solicita informações sobre o motivo do cemitério velho estar com lâmpadas queimadas no corredor central. De acordo com ele, há diversas reclamações em seu gabinete de pessoas que enfrentaram dificuldades de iluminação durante sepultamentos noturnos.

 

Afundando

O vereador do União Brasil pede ainda informações sobre se a Prefeitura tem ciência de que o asfalto na rua Tietê, no Jardim Santa Rosa, está afundando e se existe um cronograma para o reparo. Ele pede ainda informações sobre a revitalização da praça do bairro.


Posto do Vante

Teko Gutierre (MDB) falou sobre a obra de construção da nova unidade de saúde do Jardim Vante. O vereador disse ter ficado espantado com o tamanho do prédio, que contará com 26 salas e nove banheiros.


“Conversando com os pedreiros, se tudo correr bem a obra será inaugurada em setembro”, comentou. O posto atenderá os bairros Jardim Vante, Altos do Jequitibá, Vista Alegre, Olívio Barbosa, Vila Madalena e arredores. “É um grande trabalho da nossa prefeitura, do nosso prefeito doutor Cássio [Prado], que viu a necessidade da construção do novo posto de saúde lá no Jardim Vante”, comemorou.

 

7 Fogões

Teko disse que foi acompanhar a limpeza da estrada do 7 Fogões. “Eles estão fazendo um trabalho de enlarguecer e limpeza da estrada”, falou. “Vai ser uma grande obra para nossa cidade”, seguiu.


O vereador comentou ainda que acompanhou as estradas da Granja Shinoda e Volta do Poço que em breve também devem receber capa asfáltica.

 

Não solte balões

Adilson Casagrande fez um alerta para a população não soltar balões nessa época de festas. “Essa atividade aumenta em 50% a incidência de pacientes com queimaduras nos hospitais de todo o Brasil”, preocupou-se. “Soltar, vender, fabricar e transportar balões é crime previsto na lei de crimes ambientais, lei número 9065 de 1998, com previsão de detenção de 1 a 3 anos ou multa”, disparou.

 

Campo de futebol

Vereador Ciro Valdez (Republicanos) agradeceu ao Governo Municipal pela construção do campo de futebol no bairro Recanto Monções. Segundo ele, o novo espaço abrigará os times da Sociedade Recreativa Jardim Vante e do Independente Futebol Clube. “É uma grande conquista para a comunidade do Jardim Vante”, alegrou-se.


O vereador comentou ainda que no local serão implantadas as escolinhas de futebol para crianças, nas categorias masculino e feminino.

 

Pronto-Socorro

Ciro foi até o novo Pronto-Socorro, acompanhado do vereador Cássio Carlota (MDB), para saber como estavam os atendimentos. Segundo ele apurou, nos primeiros dias ocorreu demora no atendimento devido à instabilidade no sistema, fazendo com que os funcionários tivessem de fazer os atendimentos como antigamente: anotando tudo à mão.


Ainda de acordo com ele, após esse período e com o sistema normalizado, o tempo médio de atendimento passou para uma hora e 35 minutos. A informação que obteve foi de que três médicos de clínica geral, dois pediatras e um médico emergencista.


“Parabenizo o nosso prefeito Dr. Cássio [Prado] por essa grande conquista ao nosso município. Esse novo Pronto-Socorro irá salvar muitas vidas, assim como a nossa UTI conquistada também nesse governo”, concluiu.

 

20 GCM’s

O vereador agradeceu ainda ao secretário de Segurança, Adriel Soares, e parabenizou a Guarda Civil Municipal que em breve deve contar com mais 20 novos integrantes. “Esses alunos já iniciaram o curso de formação para posteriormente serem incorporados à instituição. Quanto mais guardas nas ruas, mais segurança para a nossa população”, disse.

 

Olívio Barbosa

Ciro reforçou seu pedido para que seja ampliada a linha do Expresso Porto Feliz para atender os moradores do bairro Olívio Barbosa que hoje tem de se deslocar até o Jardim Vante para fazer uso do transporte público.


“Peço ao secretário e ao coordenador do trânsito que atendam essa possibilidade, já que fizemos uma reunião sobre esse assunto e ficaram de fazer o estudo técnico e assim trazer mais conforto e segurança aos moradores do bairro Olívio Barbosa, que merecem todo nosso respeito”, solicitou.

 

Parquinho

Ainda no bairro Olívio Barbosa, o vereador comemorou a instalação do parquinho que, segundo ele, é uma reivindicação de seu gabinete. Ciro diz aguardar agora a instalação da academia ao ar livre.


“Conversei com o setor responsável que me informou que já está sendo feita a licitação para que seja implantado essa academia ar livre. Quero agradecer ao setor responsável que me deu esse retorno”, adiantou.

 

Faixa elevada

O vereador Ciro aproveitou para pedir a implantação de faixa elevada na avenida Silvio Brand Corrêa, no Jardim Vante. De acordo com ele, na altura do número 1023, é uma travessia de estudantes da escola Vilma Fernandes Antonio e há um tráfego intenso de veículos no local, oferecendo risco para os pedestres.


Situação x Oposição

Saulo do Barganhas (PL), destacou que vê muita gente questionando em rede social qual a função do vereador.


Ele vê diferenças em ser vereador da situação e da oposição. Para Saulo, os vereadores da situação também fiscalizam, no entanto, geralmente não externam ao público. As cobranças, de acordo com o vereador, são feitas diretamente ao governo.


“Por exemplo, eu só consigo discutir com um vereador de oposição aqui se eu for buscar informação e verificar se aquilo tinha alguma coisa irregular. Estou aqui há 8 anos, eu sei muita coisa que se passou por essa cidade que foi levantado questão aqui, tudo inverdade, mas se tivesse irregular eu não ia endossar o erro”, pontuou.

 

Contribuição

O vereador comentou ainda que nestes dois anos de seu mandato, sempre procurou ir em busca de recursos para Porto Feliz, sejam públicos ou privados.


Saulo disse que foi o vereador que mais recursos trouxe na história da cidade. Ele elencou alguns feitos como iluminação de LED, asfalto, castramóvel, canil municipal, compra de remédios, entre outras coisas que ele informou que estarão em um relatório que está montando.

 

Próxima Sessão

Os vereadores voltam a se reunir somente na segunda-feira, dia 1 de julho.

1 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page