top of page

Bando invade propriedade, rende duas vítimas e leva R$ 34 mil em cabos de cobre

Bobinas tinham sido entregues na obra na semana passada; a mais pesada não pôde ser carregada


Uma quadrilha roubou cerca de R$ 34 mil em cabos de cobre na noite de terça-feira (25). O crime ocorreu numa propriedade no bairro rural do Soamim.


A propriedade pertence a uma empresária de 37 anos e está passando por uma grande reforma, realizada por uma empreiteira. Na semana anterior chegaram ao local quatro bobinas de cabos de cobre. Por causa do alto valor, elas não ficaram no canteiro de obras, foram guardadas numa dependência da propriedade.


Luz estranha

No início da semana, a empresária veio da Região Metropolitana de São Paulo para vistoriar as obras. Ela estava acompanhada do administrador. Eles permaneceram na propriedade por dois dias, até a noite de terça-feira.


Segundo o administrador contou à polícia, os dois foram embora por volta das 19h30. Antes de sair, o administrador viu de relance uma luz vindo de trás da área gourmet, mas não deu importância e não foi verificar o que era.


O ataque

Naquela mesma noite, pouco antes da meia-noite, três homens armados invadiram a propriedade e dirigiram-se à casa de um auxiliar de serviços gerais de 62 anos. Ele foi acordado por um tiro e pelo barulho da porta da sala sendo arrombada.


Ameaçando de morte o auxiliar, os ladrões o interrogaram. Queriam saber quem mais estava no local. Só havia outro funcionário na propriedade, um jovem de 25 anos que mora numa casa situada nos fundos.


Outro tiro

O auxiliar foi obrigado a levar os ladrões até lá e chamar o colega de trabalho sem alertá-lo do roubo em andamento. O jovem abriu a janela do quarto e foi rendido. Os ladrões levaram as vítimas à cozinha da casa do jovem e as amarraram. Um dos criminosos disparou sua arma na cozinha, talvez acidentalmente.


Havia um caminhão guardado na propriedade. Os reféns foram levados para o veículo e trancados nele, sem poder ver o que se passava do lado de fora. Os dois funcionários não souberam dizer quantos criminosos havia no total e como os bobinas de cobre foram levadas.


As bobinas

A quadrilha roubou três. A 4ª bobina, a mais pesada, com 440 metros de cabos, foi deixada para trás. Também foram roubados três selas, uma caixa de som, uma espingarda de pressão e uma mochila.


Logo que a quadrilha fugiu os reféns saíram do caminhão e telefonaram para o administrador da propriedade. Ele acionou a Polícia Militar.


Perícia

O delegado de Polícia Civil titular da cidade, Raony de Brito Barbedo, acionou o Instituto de Criminalística de Sorocaba. Os peritos examinaram a propriedade e colheram impressões digitais. As vítimas apontaram para os peritos os lugares onde os ladrões tocaram, como porta das casas invadidas e a porta do caminhão, entre outros.


Os peritos também recolheram a cápsula do projétil disparado na cozinha de uma das casas. Como as instalações elétricas estavam sendo trocadas durante a reforma, o sistema de câmeras de segurança não funcionava e não há imagens dos invasores.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page