top of page

Artigo do professor Carlos Cavalheiro é publicado no ‘Jornal da Educação’

O artigo Guerra Fria na Terra do Samba em ‘O Homem do Sputnik’: o uso do cinema na sala de aula, do professor Carlos Carvalho Cavalheiro, foi publicado no Jornal da Educação. O Jornal da Educação, publicação do Estado de Santa Catarina, reúne notícias e experiências na área da educação.


O professor Carlos Cavalheiro foi convidado pelo jornal a enviar esse artigo científico que discorre sobre o uso do cinema na sala de aula, especificamente da chanchada O Homem do Sputnik, experiência que o educador realizou com seus alunos do 9º ano do Ensino Fundamental da escola municipal Coronel Esmédio.


Nesse trabalho, o professor procura discutir a possibilidade do uso dos filmes brasileiros do ciclo das Chanchadas”como instrumento de apoio pedagógico para o ensino de História, uma vez que as elas retratam aspectos da vida cotidiana de uma época, bem como explicitam as representações e visões de mundo de parcela da sociedade brasileira, sobretudo, a classe média e baixa do Rio de Janeiro dos anos 40 e 50 do século XX; tomando como exemplo o filme O Homem do Sputnik, produzido em 1959 pelos estúdios da Atlântida e dirigido por Carlos Manga.


A trama do filme, que tem como protagonistas o humorista Oscarito e o galã Cyll Farney, desenvolve-se a partir da suposta queda do satélite russo Sputnik I no quintal de uma granja. A partir desse momento, Oscarito, dono da granja, é assediado por espiões estadunidenses, soviéticos e franceses, interessados no objeto.


Repleto de cenas que simbolizam a Guerra Fria, o filme O Homem do Sputnik é uma fonte importante para entender a mentalidade da época em que foi produzido, sobretudo o momento em que o Brasil, sob o governo de JK, mantinha uma politica externa de independência.


Este é o segundo artigo científico publicado pelo professor Carlos Carvalho Cavalheiro no Jornal da Educação. O primeiro foi publicado há mais de dez anos e debatia as Escolas Modernas anarquistas, do pedagogo Francisco Ferrer.

0 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page